Boa tarde gente!

Hoje, trouxe uma dica bem legal! (Eu achei... rsrs)
Deixo claro que EXPERIMENTEI e APROVEI!

Bom, quem trabalha muito com a Cuttlebug, tem uma gaveta só para placas de corte empenadas. Por teimosia, passamos na máquina e além de travar, corremos o risco de danificar a faca, nisso, acabamos por comprar, outras, outras e mais outras, não é verdade? Eu tenho uma gaveta assim! rsrs

Tentei, até porque já estava tudo perdido mesmo, o que segue...
Apresento-lhes uma das minhas placas. rs





Além de toda marcada, minha placa tinha um empeno de 1 cm (A foto não deixa isso muito claro, mas pela sombra, dá para perceber o nível do recuo) o que faz qualquer Cuttlegug "gritar"... rs




O que fiz? ... Pré-aqueci o forno em 160º por cerca de 15 minutos...





Envolvi a placa com papel alumínio...




Coloquei a placa, com a parte convexa para cima, entre dois tabuleiros e um terceiro (de bolo) por cima, cheio de água para fazer peso...



E foi para o forno assim...




Depois de 40 minutos, desliguei mas não abri a porta do forno. Esperei uma meia hora para conferir... rsrs





E deu certo, está plana novamente!! Claro que não esperava que as marcas sumissem, mas poder usá-las novamente é muito bom!




Como tudo tem seu preço, o adesivo não aprovou o forno.. rsrs
Isso é o de menos! 

Espero que seja útil e me despeço desejando um excelente final de semana!

Bjks!   







Bom dia gente!!

Semaninha quente essa não??! ... "Peloamor"!! rs

Nesse final de semana, trouxe mais um caderno artesanal e espero que seja útil de alguma forma... 

Be happy, be bright, be you.
Seja feliz, seja brilhante, seja você.

Desta vez usei argolas...



Brincando com as cores. A seta é móvel. Uma roda de cores bem simples de fazer e com um ganho visual bem bacana (Eu gostei! rsrs) 


Nessa outra roda, os meses...


O interior...



Fico por aqui, um excelente final de semana pra vocês!

Bjks! 






Bom dia pessoal!

Não tenho hábito de falar sobre outros assuntos nesse blog, que não, artesanato, mas vou abrir uma exceção e falar sobre o último capítulo da novela Amor à Vida.
Não vejo novelas, mas essa me propus a acompanhar por saber que haveria uma personagem autista, (Não sei se todos sabem, mas tenho uma filha TEA - Transtorno Espectro Autista) já estudei muito e continuo estudando...
Linda foi somente uma personagem de uma obra de ficção, muito aquém a realidade, infelizmente... Exatamente o que é esperado de uma fábula e sendo assim, não há compromisso com a veracidade. Até acredito que o autor tenha tentado mostrar que o amor (E isso sim, é verdadeiro) é garantia de melhora, no mais, uma proposta poética e só.
Ahh, o famoso beijo gay... Não dou a mínima para isso (rsrs)
Acho que o "Gran Finale", ficou por conta da afabilidade. Antônio Fagundes e Mateus Solano, fizeram uma cena memorável, uma lição. Um verdadeiro "encontro" entre pai e filho, esperado desde o berço, onde o amor vence qualquer barreira, o verdadeiro amor, Amor à Vida.
Bacana Walcyr Carrasco, parabéns!

Bom, ficção a parte, vamos ao caderno artesanal que trouxe hoje...


Aproximando os detalhes...


Na contra capa, um envelope...



Um excelente final de semana pra vocês!

Bjks!