Bom dia pessoal!

Não tenho hábito de falar sobre outros assuntos nesse blog, que não, artesanato, mas vou abrir uma exceção e falar sobre o último capítulo da novela Amor à Vida.
Não vejo novelas, mas essa me propus a acompanhar por saber que haveria uma personagem autista, (Não sei se todos sabem, mas tenho uma filha TEA - Transtorno Espectro Autista) já estudei muito e continuo estudando...
Linda foi somente uma personagem de uma obra de ficção, muito aquém a realidade, infelizmente... Exatamente o que é esperado de uma fábula e sendo assim, não há compromisso com a veracidade. Até acredito que o autor tenha tentado mostrar que o amor (E isso sim, é verdadeiro) é garantia de melhora, no mais, uma proposta poética e só.
Ahh, o famoso beijo gay... Não dou a mínima para isso (rsrs)
Acho que o "Gran Finale", ficou por conta da afabilidade. Antônio Fagundes e Mateus Solano, fizeram uma cena memorável, uma lição. Um verdadeiro "encontro" entre pai e filho, esperado desde o berço, onde o amor vence qualquer barreira, o verdadeiro amor, Amor à Vida.
Bacana Walcyr Carrasco, parabéns!

Bom, ficção a parte, vamos ao caderno artesanal que trouxe hoje...


Aproximando os detalhes...


Na contra capa, um envelope...



Um excelente final de semana pra vocês!

Bjks!